Ir para Formulário Ir para Como Fazer Ir para Requisitos Ir para Benefícios Ir para Página Principal Ir para Página Principal
Ir para Site da Canção Nova Ir a área de Login dos Representantes Ir para Líbano Ir para Site da Diocese Maronita Ir para Site do Consulado Libanês Ir para Censo Maronita Ir para Igreja Maronita
   

Igreja Maronita

O “Projeto Sou Libanês” é uma campanha realizada por iniciativa da Eparquia Maronita, junto ao Consulado do Líbano no Brasil.
A Igreja Maronita é uma igreja cristã, do rito oriental, em plena comunhão com a Sé Apostólica, ou seja, reconhece a autoridade do Papa, o líder Igreja Católica Apostólica Romana. Tradicional no Líbano, a Igreja Maronita possui ritual próprio, diferente do rito latino adotado pelos católicos ocidentais. O rito maronita prevê a celebração da missa em língua aramaica. Os maronitas tiveram vários de seus religiosos canonizados ou beatificados.
A Eparquia Maronita no Brasil existe desde 1962. O primeiro bispo maronita no Brasil foi Dom Francis Zayek. eleito no dia 30 de maio de 1962. O segundo foi Dom João Chedid em 1968.
Estes dois bispos, Zayek e Chedid, foram exarcos, isto é, bispos maronitas auxiliares do Ordinário dos Orientais católicos no Brasil, o arcebispo do Rio de Janeiro. No dia 29 de novembro de 1971, o exarcado maronita do Brasil foi erigido à eparquia ou diocese autônoma. Nestas condições o bispo ou eparca é titular e o ordinário da diocese.
O terceiro bispo maronita do Brasil foi Dom Joseph Mahfouz. Tomou posse no dia 21 de outubro de 1990. Completou 16 anos na frente do Arcebispado Maronita do Brasil, aposentando-se ao completar 75 anos de idade em dezembro de 2006.
O quarto bispo maronita do Brasil é Dom Edgard Madi que assumiu oficialmente os encargos do mais alto posto maronita no Brasil, dia 10 de dezembro de 2006.

Fonte:

www.diocesemaronita.com.br

 
 
Foto do Bispo e do cedro do Oriente
Ir para Fale Conosco

Assista o programa Memórias do Líbano

Projeto na imprensa